Qual o Significado de E-learning?
VEJA O VÍDEO, clique aqui
e_learImagine que você seja o responsável pelo setor de treinamento em uma grande empresa e, numa bela e ensolarada tarde de sexta-feira, o seu chefe lhe apareça a porta, com um singelo pedido: “Estamos lançando um novo produto no mercado e temos que treinar todos os nossos vendedores sobre as características, performance, atributos e utilização desse novo produto no prazo de dez dias”. Para tornar a coisa mais divertida, sua empresa tem alguns milhares de vendedores dispersos por todo o território nacional, desde Manaus até Porto Alegre, sendo que a sede da empresa é logo ali na Praia do Botafogo, no Rio de Janeiro; o seu orçamento para viagens e despesas com instrutores “está no osso” e, além disso; o pessoal de Finanças acha um absurdo interromper o fluxo de receita proveniente das vendas só para os vendedores assistirem cursos no Rio.

Guardadas as proporções, este é um desafio relativamente comum para as empresas em um mercado globalizado, competitivo e em constante mutação: agregar conhecimento aos funcionários de forma extremamente rápida, eficiente e de baixo custo. É ai que entra o e-learning, o uso da Internet na propagação de conhecimento.

O que é e-learning?

Tecnicamente, o e-learning é o ensino realizado através de meios eletrônicos. É basicamente um sistema hospedado no servidor da empresa que vai transmitir, através da Internet ou Intranet, informações e instruções aos alunos visando agregar conhecimento especifico. O sistema pode substituir total ou parcialmente, o que é mais comum, o instrutor, na condução do processo de ensino. No e-learning, as etapas de ensino são pré-programadas, divididas em módulos e são utilizados diversos recursos como o e-mail, textos e imagens digitalizadas, sala de bate-papo, links para fontes externas de informações, vídeos e teleconferências, entre outras. O treinamento com o e-learning pode ser montado pela própria empresa ou por qualquer dos fornecedores desse tipo de solução já existentes no mercado.

Vantagens do e-learning.

Quais as vantagens! A primeira vantagem do e-learning, e que serviu como exemplo no inicio desse artigo, é o rompimento de barreiras geográficas e temporais. Com o e-learning, um curso sobre um novo produto, por exemplo, pode ser feito de qualquer local do planeta a qualquer momento, bastando para isso o acesso a Internet e uma senha. Enquanto, espera ser atendido pelo comprador, o seu vendedor pode puxar o lap-top e ler o texto sugerido no curso; em casa, enquanto seu companheiro(a) perde tempo assistindo Big Brother, o vendedor pode fazer os exercícios propostos pelo instrutor.  Em síntese, o e-learning possibilita ao aluno gerenciar o seu próprio tempo disponível, dentro dos parâmetros estabelecidos pelo curso, e sem perder tempo com deslocamentos

Outra vantagem do e-learning está relacionada a reprodução do conteúdo. Uma vez montado o curso para um aluno, a sua reprodução para dois, centenas, ou milhares de alunos pode ser feita a um custo marginal insignificante. Com um curso tradicional, o máximo que se consegue é montar turmas de alunos, até se completar todo o universo que se pretenda atingir numa escala crescente de custos, energia e tempo dispendido.  Evidentemente, isso sugere que, para poucos alunos, talvez um treinamento convencional seja a solução mais adequada que o e-learning. Por outro lado, pensando em termos de políticas públicas de ensino, onde o universo se mede não em milhares, mas em milhões de candidatos à instrução, é possível que o e-learning, venha a representar uma verdadeira revolução na geração de conhecimento.

•Custo individual e global de programas de treinamento:
A empresa tem exata noção do orçamento previsto para os programas de treinamento, calculado individualmente e também coletivamente. Dados que, posteriormente, podem ser "cruzados" com os resultados para subsidiarem avaliações diversas por parte da equipe de recursos humanos.

•Padronização no ensino:

O ensino a distância permite aplicar o mesmo curso em diferentes unidades da empresa com metodologia e conteúdos idênticos porque a qualidade do processo de transferência do conhecimento não dependerá do professor e outros fatores externos.

•Maior intercâmbio de conhecimento:
As ferramentas de e-learning viabilizam a troca mais eficiente de informação e experiência entre os funcionários, seja através de salas de bate-papo, fóruns e e-mails, gerando, conseqüentemente, maior conhecimento.

•Quebra das barreiras geográficas:
Com o ensino a distância torna-se desnecessário preocupar-se com a distância física entre os alunos de uma mesma turma, sendo eficaz inclusive a realização de treinamentos com funcionários alocados em filiais sediadas em várias capitais brasileiras.

•Gestão e medição sistematizada de programas de treinamento:
Os profissionais de recursos humanos e chefias diretas nunca tiveram tantas informações sobre a performance dos funcionários em treinamento como nos projetos de ensino a distância. Tais dados são indispensáveis tanto para orientar a implantação de novas iniciativas de reciclagem profissional quanto para subsidiar planos de carreiras.

•Integração com outros sistemas:

Os bons sistemas de gerenciamento de ensino a distância integram-se a outros de gestão administrativa possibilitando a gerência pró-ativa dos recursos humanos de uma companhia.

•Padrões: SCORM / AICC:
Com o surgimento dos padrões que uniformizam as soluções para o ensino a distância disponíveis, as empresas interessadas em adotar o e-learning passaram a contar com parâmetros mais objetivos para a escolha de tecnologias estáveis. Leia mais sobre o assunto em Padrão Scorm e Padrão AICC
É importante ressaltar, que o e-learning não veio para substituir o ensino tradicional, da mesma forma que a Internet, não substitui a TV que, por sua vez, não fez desaparecer o rádio. O e-learning é uma nova ferramenta potencializada pela Internet e perfeitamente ajustada às características de nosso tempo, marcado pela agilidade, velocidade e gigantescos volumes de informação a serem digeridos. No que se refere às empresas, o objetivo não deve ser simplesmente substituir a forma de ensino tradicional pelo e-learning, mas sim, utilizar essa ferramenta na medida adequada às suas necessidades. De tal forma que os objetivos da organização sejam plenamente atingidos
 
gototop